Fabio Nin

fabio_ninFábio Nin é violonista (6 e 7 cordas), arranjador e guitarrista flamenco. Bacharel em violão clássico pela UNI-RIO, é professor de História da Música Popular Brasileira e Prática de Conjunto no Conservatório Brasileiro de Música (CBM – Centro Universitário). Nunca se prendendo a nenhum estilo, conhecido por sua versatilidade em diversos segmentos da música, é membro da Companhia de Arte Flamenca, onde atua como guitarrista, diretor musical, compositor e arranjador. A CAF, atualmente, busca uma linguagem autoral e inédita, tendo como eixo a união da estética flamenca, na expressão de seu cante, seu toque e seu baile, com elementos da música brasileira. Suas maiores influências no flamenco são Fernando de la Rúa, Paco de Lucía e Vicente Amigo; Já atuou em shows e workshops junto a diversos nomes do flamenco brasileiro e internacional, como Agustín Carbonell “El Bola”, “La China”, Adrián Galia, Fernando de la Rua, Simone Abrantes, Allan Harbas e Tiza Harbas, entre muitos outros.

Fábio participou de toda a trilha sonora flamenca da minissérie “Amazônia”, exibida pela TV Globo, integra o quinteto Tira Poeira, conjunto que lançou dois elogiados CDs: “Tira Poeira” e “Feijoada Completa”. Tendo apresentado-se no Tim Festival, Motomix, RecBeat, Canecão e Teatro Municipal, o grupo gravou e dividiu o palco com artistas como Maria Bethânia, Lenine, Guinga e Teresa Cristina, entre outros, e foi indicado para os prêmios TIM e Rival BR.

Atuando constantemente na cena teatral carioca na ultima década, como diretor musical e músico, Fábio Nin recebeu o prêmio Shell de teatro 2008, pela direção musical de “É Samba Na Veia, É Candeia”.

Integra o duo Alcantilado, que tem feito importantes projetos no campo da música instrumental, foi integrante das bandas de Ney Matogrosso, gravando o CD “Estava Escrito”, e Armandinho, gravando o CD “Retocando o Choro”. Foi membro da Orquestra de Cordas Brasileiras, ganhadora de dois prêmios Sharp de melhor CD e grupo instrumental. Em sua carreira, já se apresentou em quase todas as capitais brasileiras, além de diversos países como Estados Unidos, Canadá, Portugal, Colômbia, Haiti e Paraguai.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *