Maria Thereza Canário

theresa_canarioMaria Thereza Canário, também conhecida como Teresa Máximo, iniciou seus estudos na dança aos oito anos de idade com o ballet clássico e concluiu os cursos profissionalizantes do Ballet Shirley Lins e da Escola Estadual de Danças Maria Olenewa (antiga Escola do Teatro Municipal).

Além de Bacharel em Arquitetura na Universidade Santa Úrsula, completou Licenciatura Plena em Dança na Univercidade . Trabalha como professora desde 14 anos em locais como: Ballet Shirley Lins, Ballet Dalal Achcar, Centro de Dança Rio , Escola Estadual de Danças Maria Olenewa , Escola de Dança Petite Danse e desde junho de 2004 inaugurou sua escola: Estúdio Bailado.

Flamenco foi paixão à primeira vista: assistiu ao filme de Carlos Saura em 1986 e, daí por diante, nunca mais se afastou desta Arte. Além de fazer parte de alguns grupos, Thereza fez aulas com alguns maestros que passaram pelo Rio de Janeiro: Ciro, Antônio de Córdoba, Gustavo Cancela, La China, La Mora, Adrian Gália, Esther Ponces, Antônio Reyes. Em 1997, vai à Espanha para estudar com: El Guito, La Tati, El Manolete, Maria Madalena e novamente Ciro.

A partir daí vem se reciclando com os principais nomes do Flamenco: Rafaela Carrasco, Domingo Ortega, Pol Vaquero, Natalia Meirino, Alfonso Losa, Nino de los Reyes, Manuel Liñan.
Freqüentou vários grupos: Hispano-Brasileiro, Paissión Flamenca, Alumbre, Las Gitanas e Arte Flamenco Rio. Em 1997, cria a Cia Teresa Máximo de Dança Flamenca, hoje, Grupo Flamenco Maria Thereza Canário que participou e venceu vários festivais de dança, fez várias apresentações em eventos, tabernas e teatros.

Como coreógrafa, foi homenageada com menção honrosa no Congresso de Dança de Cuba, Cuballet, em 1992, e sua coreografia foi incorporada como repertório deste evento. Foi assistente de coreografia de Fábio de Mello no Musical “Carmem”, dirigido por Sérgio Brito, preparou e dublou atriz Karina Mello na Mini-Série da Globo “Chiquinha Gonzaga” onde tocava castanholas, e em 2003, no Festival Arte de Dançar, recebeu prêmio especialmente criado para reconhecer o excelente trabalho da coreógrafa de Flamenco com resultados evolutivos e inovadores.

Com o objetivo de difundir e desenvolver o flamenco, produziu o Arte Espanha Rio, festival, que de 1995 a 1999, fortaleceu esta arte e reuniu seus apaixonados.

Desde 2009 atua como produtora de eventos como Conexão Espanha 2009 e 2010, Hembra 2008 e até o final deste ano Hembra 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *